Ser “fashion” tem limite?

25/10/2011 § 3 Comentários

Vou começar esse post lembrando sempre que o que escrevo é a minha opinião, e não tô aqui pra julgar ninguém, afinal o que seria do amarelo se todos gostassem do azul? Mas o que eu posso fazer se “nasci com um olhar crítico” (palavras da minha queirida mãe!) Hahahaha.
Bom, o tema do post é intrigante..e eu gosto disso! Não vou entrar no tema do que é ser fashion pra mim, mas continuo com o meu pensamento de que ser fashion não é estar na moda, digo, não é sair usando todas as últimas tendências do verão e blá blá blá…Ser fashion é saber usar o equlíbrio do bom gosto da moda (porque nem tudo que está “na moda” é bonito, convenhamos!), traduzindo, não adianta nada você usar milhões de roupas de grife da última temporada, sendo que você é uma baranga.
Aí entra o bom gosto, o senso do ridículo…coisa que é muito pessoal e por isso uso a palavra equilíbrio! (Ficou confuso? ou deu pra entender?! rs)

Vou ser mais prática, existem coisas que o dinheiro realmente não compra: bom gosto/estilo! Por isso existe o personal stylist (HAHAHA).
Ok, querem um expemplo? Vamos lá: Era uma vez duas irmãs loirinhas, bonitinhas, que estreiaram na TV aos 9 meses de idade, e desde então fizeram muito sucesso, hoje em dia circulam por aí em vários eventos badalados com roupas terríveis!

 Acertou quem pensou em Mary-Kate e Ashley Olsen!

 Tá bom, pra vocês não pensarem que eu sou uma chata (sim eu sou), consegui achar algumas fotos em que elas estão até mais..mais..normais, é acho que normal é a palavra certa! (reparem nas fotos 1, 2 e 3)
Agora, em situações medonhas é a coisa mais fácil de encontrar!! (fotos 4, 5 e 6) MUAhahaha

Gosto é gosto..e cada um é feliz do jeito que quer, eu sei que muita gente tá pensando isso, mas felizmente eu tenho um blog onde posso escrever livremente minhas opiniões, sejam elas maléficas ou não!!
Ah, e acho válido falar também que as mocinhas estão constantemente no alvo da PETA, pois lançaram uma coleção com diversas peles de animais, mas elas seguem sem se importar com os protestos e continuam usando suas peles  bem característcas da marca.
E então, ser fashion tem limite?

Anúncios

Marcado:, ,

§ 3 Respostas para Ser “fashion” tem limite?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Ser “fashion” tem limite? no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: