O bolo

03/10/2013 § Deixe um comentário

E de repente tudo acontece. Tudo. Tô pensando aqui numa frase pra substituir a boa e velha “a vida é uma caixinha de surpresa” pra não ficar clichê e sabotar o objetivo do blog, mas não achei nada melhor então vai ela mesmo. Tá, o tudo não é exatamente um universo inteiro de coisas, mas é o meu universo ideal de coisas, que depois de um pequeno (médio) tempo de espera, deu certo.
O bolo tá no forno, começando a querer crescer, mas o mais difícil já foi feito, a massa. Então, mais uma vez faço planos, risco e rabisco rascunhos. Rascunhos intermináveis, afinal que graça teria um rascunho com fim?
1002138_537107143005199_250475134_n

Que esse bolo cresça, saia direitinho da forma e ganhe muita, mais muita cobertura de chocolate.  🙂

(Paula Ferraz)

O dia em que o Brasil acordou, será?

19/06/2013 § Deixe um comentário

“O Brasil acordou!”, “O gigante acordou!”, aposto que você também falou isso essa semana.
Começo dizendo que não sou uma pessoa muito politizada, tento me manter informada e sempre que posso dou meus pitacos contra o Brasil. Não sou aquela pessoa que bate no peito e diz ter orgulho do país em que vive. Infelizmente. “Brasileiro é passivo demais, abaixa a cabeça pra tudo”. Sempre mantive esse discurso. Existe sim um amor de certa forma, e o que faz esse amor existir é o carinho/jeito do brasileiro e a forma de viver de bem com a vida.

brasil_zeroclicheMas essa semana meu discurso de guerra foi vencido. Brasileiros na rua lutando por um país melhor, quer coisa mais linda? Me surpreendi! Admito que não fui pra rua, não tive a mesma coragem que muitos. Não postei frases e textos impactantes na internet, mas nem por isso deixei de continuar lutando e torcendo por resultados positivos. O silêncio também é uma forma de se expressar, sabia?
Foi lindo e tá sendo lindo toda essa importância com o país. Mas no fundo dessa alegria bate um leve medo, um medo de tudo voltar a ser como antes. As pessoas que hoje estão enroladas na bandeira do Brasil, gritando, levantando cartaz, amanhã vão continuar lutando por um país melhor, ou voltarão a ser o bom e velho povo brasileiro que no dia a dia não param nem para um pedestre atravessar a rua, que acham que jogar um papel de bala no chão é “de boa”, um povo que está preocupado demais consigo mesmo e levam tudo no “jeitinho brasileiro”? Vamos finalmente ter um país de alma nova?
brasil_zerocliche00Espero de verdade que essa sede de mudança seja para sempre!

Você consegue lutar por um mundo melhor todos os dias?

Imagens: We Heart It

14.06.13

14/06/2013 § Deixe um comentário

leminski

Dica amiga, ou dica para azamiga?

05/06/2013 § Deixe um comentário

Um desabafo.
Como ficar bem usando um short sem ser para ir à praia?
Acho ridículo andar por aí e ver a mulherada usando short em pleno centro da cidade, ou pior ainda indo para uma festa..triste!
O problema todo não é o short e sim como ele é usado, todo o mau gosto envolvido na produção.
É cropped com micro-short, é micro-short a la “é o tchan” que não acaba mais.
Enfim, olhe bem para essas imagens e avalie o seu short.
short_zero_clicheDeu para perceber como uma produção bem feita, muda totalmente o conceito “potranca do funk”?
Sem contar que existe sempre uma vergonha alheia por você.
(Pelo menos eu sinto, e muita!)
Ah, e só pra lembrar: elas são Angels by Victoria’s Secret, ok?

angelsPs: um desabafo nada pessoal.
Imagens: Pinterest

Camisas e pensamentos

18/02/2013 § 1 comentário

a9a17d79698ded4227a3e73278089e8dQuando pensar em algo mais elaborado não faz sentido no seu dia.

Abrir mão de sentimentos, uma tarefa difícil pra quem vive pela emoção.
Às vezes queremos ter o poder de entender tudo, mas qual seria a graça da vida se todos os mistérios fossem revelados no momento de aflição? Queremos sempre o efeito da simplicidade de uma camisa branca.

Pensamento solto de segunda-feira

27/02/2012 § 2 Comentários


“Quero tudo novo de novo. Quero não sentir medo. Quero me entregar mais, me jogar mais, amar mais.
Viajar até cansar. Quero sair pelo mundo. Quero fins de semana de praia. Aproveitar os amigos e abraçá-los mais. Quero ver mais filmes e comer mais pipoca, ler mais. Sair mais. Quero um trabalho novo. Quero não me atrasar tanto, nem me preocupar tanto. Quero morar sozinha, quero ter momentos de paz. Quero dançar mais. Comer mais brigadeiro de panela, acordar mais cedo e economizar mais. Sorrir mais, chorar menos e ajudar mais. Pensar mais e pensar menos. Andar mais de bicicleta. Ir mais vezes ao parque. Quero ser feliz, quero sossego, quero outra tatuagem. Quero me olhar mais. Cortar mais os cabelos. Tomar mais sol e mais banho de chuva. Preciso me concentrar mais, delirar mais.
Não quero esperar mais, quero fazer mais, suar mais, cantar mais e mais. Quero conhecer mais pessoas. Quero olhar para frente e só o necessário para trás. Quero olhar nos olhos do que fez sofrer e sorrir e abraçar, sem mágoa.
Quero pedir menos desculpas, sentir menos culpa. Quero mais chão, pouco vão e mais bolinhas de sabão. Quero aceitar menos, indagar mais, ousar mais. Experimentar mais. Quero menos “mas”. Quero não sentir tanta saudade.
Quero mais e tudo o mais.
E o resto que venha se vier, ou tiver que vir, ou não venha”.

(Por via das dúvidas, autor desconhecido) 

Pensamentos opostos.

09/01/2012 § Deixe um comentário

Chega de férias por aqui.
Sábado à noite. Apenas algumas horas de conversa, reflexão e troca de pensamentos/opiniões para eu realmente poder afirmar como é bonito e interessante você compartilhar de um pensamento totalmente diferente de outra pessoa. Não, não estou louca. Mas pensa como é bom você conseguir expressar suas ideias em troca de ideias alheias!?
Demonstrar a sua vontade e opinião só aumenta o seu conhecimento, e conhecimento nunca é demais meu caro!

Mesmo achando que sempre falo demais, continuo com a sensação que faltou falar mais. Essa sou eu.
Fuja do óbvio!

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com pensamento solto em .

%d blogueiros gostam disto: